Recado / Mensagem

Colegas,

Segue abaixo um lembrete para o projeto Tirando um Som na Garagem.

Observações:

A inscrição é somente até o dia 29/10/10 e pode ser feita pela internet, maiores dúvidas acessar o site
www.tirandoumsomnagaragem.com.br ou ligar no tel. (11) 3825-7589.

Para se inscrever é necessário:

Ter entre 14 e 24 anos, ter interesse em conhecer a área artística e ter disponibilidade para frequentar a atividade nos dias e horários estabelecidos.



quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

3° tema - Elementos da dramaturgia

Local: Localizar a personagem/a cena/a peça. Ex: ''-O senhor sabe, essa cidade, esses prédios, são pequenos pra mim''
Personagem: Descrever a personagem. Ex: ''-Ela tinha flores no cabelo, ai ai Rita!''
Ação: Física, Interna, Dramática.
          Física - O corpo.
          Interna - Emoções internas (rubricas)
          Dramática - Ação e reação, uma coisa leva a outra. Ex: Diálogo.

Descrição dos personagens: A descrição dos personagens, influi na hora em que a pessoa lê a peça. Isso muda no palco, por que o público irá tirar suas próprias conclusões sobre as características das personagens.

Conflito da cena/personagem/peça: Tema principal da cena e/ou da peça onde achamos a essência da peça, a mensagem que ela quer passar. Algo que irá se desenrolar a cena toda e/ou a peça.

   Dicas de livros: Para trás e para frente (David Ball) Ed. Perspectiva
                           Os três usos da faca (David Mamet) Ed. Civilização brasileira
                           O Dicionário de teatro (Patrice Pavis) Ed. Perspectiva

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

2º Tema - Noções de Teoria do Teatro

O DRAMA

A "peça de teatro", ou drama, em conseqüência do acima dito, é o projeto escrito com a finalidade de dar à peça literária – poderá ser uma pequena história pensada já para ser levada ao teatro, ou uma fábula, ou um romance –, a sua expressão teatral. O Dramaturgo, através de um roteiro escrito ou script, rege as funções das artes unidas para a representação, assim como um maestro rege os instrumentistas da sua orquestra para uma execução. No palco, os personagens vão “viver” a história, vestidos de acordo com a narrativa, em um cenário – parte concreto, parte imaginário, sugerido por meio de painéis e objetos, e de sons especiais e música – representativo do ambiente em que a história acontece, com uma iluminação disposta para obter efeitos complementares importantes de luz e sombra. O dramaturgo, portanto, precisa não apenas de competência literária para redigir sua peça, mas também conhecimento e sensibilidade sobre todos os outros elementos estéticos envolvidos na arte de representar.

O dramaturgo muitas vezes deixa a estruturação dos diálogos para o final, depois de selecionar os atores e trabalhar o cenário em detalhes. Começa por dividir a história em atos e somente depois de toda a peça estar planejada ele volta ao início para escrever os diálogos. Deste modo, ao escrever o roteiro, o dramaturgo já tem em mente os atores escolhidos, a categoria ou qualidade do teatro ou sala, se será um palco ou simples estrado, os recursos de iluminação, e o público ao qual a representação se destina.

Continua no próximo mês ...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Sarau "Bahia de todos os Santos"

Baianas e Baianos vestidos a caráter trazem moringas e potes cheios de água perfumada para a lavagem simbólica das escadarias da Igreja de Nosso Senhor do Bonfim





























Zum, Zum, Zum, Zum, Zum, Zum, Zum, Capoeira Mata um.






















E assim foi mais uma apresentação (Di Maissss)